Anvisa proíbe peeling de fenol; conheça o procedimento estético

junho 25, 2024
5 minutos lidos
Anvisa proíbe peeling de fenol; conheça o procedimento estético


Foi publicada no Diário Oficial da União nesta terça-feira (25) uma resolução que proíbe a comercialização de produtos à base de fenol e sua utilização em procedimentos gerais de saúde ou estéticos no Brasil. A decisão foi tomada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

consulte Mais informação

Entenda os riscos do peeling de fenol (imagem: Shutterstock)

Morte de empresário após procedimento ser investigado

  • Segundo a Anvisa, a proibição, que já está em vigor, permanecerá em vigor enquanto forem realizadas investigações sobre os potenciais danos associados ao uso da substância química, “que tem sido utilizada em diversos procedimentos invasivos”.
  • A entidade afirma que a decisão visa “garantir a saúde e a integridade física da população brasileira, uma vez que, até o momento, não foram apresentados à Agência estudos que comprovem a eficácia e segurança do produto fenol para utilização em tais procedimentos”.
  • A medida foi adotada após a morte do empresário Henrique Silva Chagas, de 27 anos, no início deste mês, em São Paulo.
  • Ele foi submetido a um procedimento de peeling de fenol, realizado pela esteticista e influenciadora Natalia Fabiana de Freitas Antonio, conhecida como Natalia Becker nas redes sociais.
  • Natalia, que diz ter feito curso online para aplicação das substâncias, foi indiciada por homicídio doloso com possível dolo, e a Vigilância Sanitária de São Paulo fechou e multou o Studio Natalia Becker por falta de autorização.

O que é peeling de fenol?

O procedimento é uma técnica que utiliza uma substância ácida, o fenol, para induzir queimação e descamação da pele e, consequentemente, renovação celular. É considerado um procedimento invasivo, mas indicado para tratar casos de envelhecimento facial severo, caracterizado por rugas profundas e textura da pele consideravelmente comprometida, como acne grave.

A Anvisa proibiu não só a venda e utilização de produtos à base de fenol, mas também a importação, fabricação, manipulação e publicidade dos itens. O Conselho Federal de Medicina (CFM) também se posicionou sobre o assunto e afirmou que, por se tratar de um procedimento estético invasivo, o peeling de fenol só deve ser realizado por médicos especializados.

Além disso, defendeu que mesmo quando feito por médicos, precisa de “realizar-se num ambiente preparado com o cumprimento das normas de saúde e com uma estrutura para intervenção imediata de suporte de vida, em caso de complicações”, como um ambiente hospitalar.

O Conselho pediu às autoridades de Vigilância Sanitária que reforcem a fiscalização dos estabelecimentos e profissionais que prestam este tipo de serviço “sem cumprir os critérios definidos pela lei e pelos órgãos de controlo”.

A Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), por sua vez, afirmou que o peeling de fenol “requer extrema cautela, considerando seu caráter invasivo e agressivo”. Porém, ressaltou que pode ser recomendado e, quando realizado com cuidado e por profissional idôneo, “os resultados obtidos são incomparáveis ​​a outros métodos esfoliativos, proporcionando renovação intensa da pele, estimulando a produção de colágeno e reduzindo significativamente rugas e manchas”.

Entre os riscos, ela mencionou que é possível “ocorrer complicações, como dores intensas, cicatrizes, alterações na cor da pele, infecções e até problemas cardíacos imprevisíveis, independente da concentração, forma de aplicação e profundidade alcançada na pele”. . As informações são de O Globo.





empréstimo empresa privada

consulta bpc por nome

emprestimo consignado caixa simulador

seguro cartão protegido itau valor

itaú portabilidade consignado

simular emprestimo consignado banco do brasil

empréstimo consignado menor taxa

Crédito consignado
Qual o numero maximo de parcelas para emprestimo consignado. Simular saque aniversário fgts. O que é refinanciamento de emprestimo consignado.