Conjunção da Lua com Saturno dá direito a “eclipse”

junho 26, 2024
6 minutos lidos
Conjunção da Lua com Saturno dá direito a “eclipse”


Conforme relatado por Olhar digitalSaturno estrelará momentos importantes no céu nesta semana, como uma conjunção com a Lua e um “eclipse” visível em algumas partes da Terra.

Tudo acontece na quinta-feira (27). De acordo com o guia de observação astronômica InTheSky.orgentre 9h49 e 14h03 (horário de Brasília), o gigante anelado será coberto pela Lua, em uma espécie de “eclipse” – que, na verdade, é chamado de ocultação lunar.

Registro fotográfico de uma ocultação lunar de Saturno ocorrida em 2014. Crédito: Paul Stewart/ Reprodução Instagram @upsidedownastronomer

Entretanto, mais precisamente às 11h59, ocorre a chamada conjunção entre os dois objetos. Embora este termo também seja utilizado para se referir à aproximação máxima entre corpos celestes, na verdade, indica o momento em que compartilham a mesma ascensão reta (coordenada astronômica equivalente à longitude da Terra).

Para observadores em São Paulo, a Lua e Saturno estarão visíveis a partir das 23h41, quando atingirem a altitude de 11° acima do horizonte leste. Eles atingirão seu ponto mais alto no céu às 5h01, 73° acima do horizonte norte. Então, o par desaparecerá no brilho do amanhecer por volta das 6h08, 66° acima do horizonte noroeste.

A Lua terá magnitude de -12,2, enquanto Saturno terá magnitude de 0,8, ambos na constelação de Peixes. Quanto mais brilhante um objeto parece, menor é o seu valor de magnitude (relação inversa). O Sol, por exemplo, que é o objeto mais brilhante do céu, tem magnitude aparente de -27.

O par estará próximo o suficiente para caber no campo de visão de um telescópio, mas também será visível a olho nu ou através de um par de binóculos.

Consulte Mais informação:

O último planeta a fazer conjunção com a Lua em junho será Netuno, na sexta-feira (28) – também com ocultação lunar. Esta série de conjunções ocorre porque a Lua orbita a Terra aproximadamente no mesmo plano em que os planetas orbitam o Sol, denominado plano da eclíptica.

A ocultação lunar de Saturno não será vista de toda a Terra

As ocultações lunares são visíveis apenas em uma pequena fração da superfície da Terra. Como a Lua está muito mais próxima do nosso planeta do que outros objetos celestes, a sua posição no céu difere dependendo da localização exata do observador na Terra devido à sua grande paralaxe (diferença na posição aparente de um objeto em relação ao fundo, como visto por observadores em locais diferentes ou por um observador em movimento).

A posição da Lua vista de dois pontos em lados opostos da Terra pode variar em até dois graus, ou quatro vezes o diâmetro da Lua cheia.

Isso significa que se a Lua estiver alinhada para passar na frente de um objeto específico para um observador posicionado em um lado da Terra, ela aparecerá a até dois graus de distância desse objeto do outro lado do globo.

Mapa mostra as regiões do planeta de onde será possível observar a ocultação lunar de Saturno no sábado (27). Crédito: In-The-Sky.org

No mapa acima, contornos distintos mostram onde o desaparecimento de Saturno poderá ser visível (em vermelho) e onde será possível testemunhar o seu reaparecimento (em azul). Listras sólidas mostram onde a ocultação provavelmente será visível através de binóculos a uma altitude razoável no céu. Os contornos pontilhados, por sua vez, indicam onde o evento ocorre acima do horizonte, mas podem não ser visíveis devido ao céu estar muito claro ou à Lua muito próxima do horizonte.

Fora dos contornos, a Lua não passa na frente de Saturno em nenhum momento, ou fica abaixo do horizonte no momento da ocultação.





empréstimo empresa privada

consulta bpc por nome

emprestimo consignado caixa simulador

seguro cartão protegido itau valor

itaú portabilidade consignado

simular emprestimo consignado banco do brasil

empréstimo consignado menor taxa

Crédito consignado
Refinanciamento de emprestimo consignado. Empréstimo fgts saque aniversario.