Número de mortos na peregrinação do Hajj sobe para 1.300 em meio a temperaturas extremamente altas

junho 23, 2024
4 minutos lidos
Número de mortos na peregrinação do Hajj sobe para 1.300 em meio a temperaturas extremamente altas


Mais de 1.300 pessoas morreram durante a peregrinação do Hajj deste ano na Arábia Saudita como fiéis Ele enfrentou temperaturas extremamente altas em locais sagrados islâmicos. no reino do deserto, anunciaram as autoridades sauditas no domingo.

O ministro da Saúde saudita, Fahd bin Abdurrahman Al-Jajel, disse que 83% das 1.301 mortes foram de peregrinos não autorizados que caminharam longas distâncias sob altas temperaturas para realizar rituais de Hajj dentro e ao redor da cidade sagrada de Meca.

Falando na televisão estatal, o ministro disse que 95 peregrinos estavam sendo tratados em hospitais, alguns dos quais foram levados de avião para tratamento na capital, Riad. Ele disse que o processo de identificação foi atrasado porque não havia documentos de identificação de muitos dos peregrinos mortos.

Entre as vítimas fatais estavam mais de 660 egípcios. Todos, exceto 31, eram peregrinos não autorizados, segundo duas autoridades no Cairo. O Egito revogou as licenças de 16 agências de viagens que ajudavam peregrinos não autorizados a viajar para a Arábia Saudita, disseram autoridades.

As autoridades, que falaram sob condição de anonimato porque não estavam autorizadas a informar os jornalistas, disseram que a maioria das mortes foi relatada no Complexo de Emergência no bairro de Al-Muaisem, em Meca. Egito enviado Mais de 50.000 peregrinos foram autorizados a entrar na Arábia Saudita este ano.

Peregrinação do Hajj em Meca
Os peregrinos adoram e circundam a Kaaba após completarem a peregrinação do Hajj em Meca, Arábia Saudita, em 19 de junho de 2024.

Issam Rimawi/Anadolu via Getty Images


As autoridades sauditas reprimiram os peregrinos não autorizados e expulsaram dezenas de milhares de pessoas. Mas muitos, principalmente egípcios, conseguiram chegar aos locais sagrados dentro e ao redor de Meca, alguns a pé. Ao contrário dos peregrinos autorizados, eles não tinham hotéis para onde voltar e escapar do calor escaldante.

Num comunicado divulgado no sábado, o governo do Egito disse que as 16 agências de viagens não forneceram serviços adequados aos peregrinos. Ele disse que essas agências facilitaram ilegalmente a viagem de peregrinos à Arábia Saudita usando vistos que não permitem que seus titulares viajem para Meca.

O governo também disse que funcionários da empresa foram encaminhados ao promotor para investigação.

De acordo com o jornal estatal Al-Ahram, algumas agências de viagens e operadores turísticos do Hajj venderam vistos de turista sauditas a aspirantes egípcios ao Hajj, violando os regulamentos sauditas que exigem vistos exclusivos para peregrinos. Essas agências deixaram os peregrinos no limbo em Meca e os locais sagrados sob um calor escaldante, disse o jornal.

As mortes também incluem 165 peregrinos da Indonésia, 98 da Índia e dezenas de outros da Jordânia, Tunísia, Marrocos, Argélia e Malásia, de acordo com uma contagem da Associated Press. As mortes de dois cidadãos americanos também foram relatadas.

A AP não conseguiu confirmar de forma independente a causa da morte, mas alguns países como a Jordânia e a Tunísia culparam o aumento do calor. Jornalistas da AP viram peregrinos desmaiando devido ao calor escaldante, especialmente no segundo e terceiro dias do Hajj. Alguns vomitaram e desmaiaram.

Historicamente, as mortes não são incomuns no Hajj, onde por vezes mais de 2 milhões de pessoas viajaram para a Arábia Saudita para uma peregrinação de cinco dias. A história da peregrinação também testemunhou debandadas e epidemias mortais.

Mas o número deste ano foi invulgarmente elevado, sugerindo circunstâncias excepcionais.

RELIGIÃO-SAUDI-ISLAM-HAJJ
Um homem reza enquanto ele e outros peregrinos muçulmanos realizam a circunvolução de despedida, ou tawaf, sete vezes ao redor da Kaaba, o santuário mais sagrado do Islã, na Grande Mesquita da cidade sagrada de Meca, em 18 de junho de 2024, no final do Hajj anual peregrinação.

AFP via Getty Images


Em 2015, uma debandada em Mina matou mais de 2.400 peregrinos, o incidente mais mortal já ocorrido na peregrinação, de acordo com uma contagem da AP. A Arábia Saudita nunca reconheceu o custo total da debandada. Outro colapso de um guindaste na Grande Mesquita de Meca no início do mesmo ano matou 111 pessoas.

O segundo incidente mais mortal no Hajj foi uma debandada em 1990 que matou 1.426 pessoas.

Durante o período do Hajj deste ano, as temperaturas máximas diárias variaram entre 46 graus Celsius (117 graus Fahrenheit) e 49 graus Celsius (120 graus Fahrenheit) em Meca e locais sagrados dentro e ao redor da cidade, de acordo com o Centro Nacional de Meteorologia Saudita. Algumas pessoas desmaiaram ao tentar realizar o apedrejamento simbólico do diabo.

O Hajj, um dos cinco pilares do Islã, é uma das maiores reuniões religiosas do mundo. Mais de 1,83 milhões de muçulmanos realizaram o Hajj em 2024, incluindo mais de 1,6 milhões de 22 países e cerca de 222 mil cidadãos e residentes sauditas, de acordo com as autoridades sauditas do Hajj.

A Arábia Saudita gastou milhares de milhões de dólares no controlo de multidões e em medidas de segurança para os participantes na peregrinação anual de cinco dias, mas o grande número de participantes torna difícil garantir a sua segurança.

As alterações climáticas podem tornar o risco ainda maior. Um estudo de 2019 realizado por especialistas do Instituto de Tecnologia de Massachusetts descobriu que mesmo que o mundo conseguisse mitigar os piores efeitos das mudanças climáticas, o Hajj ocorreria em temperaturas que excederiam um “limiar de perigo extremo” de 2047 a 2052. e de 2047 a 2052. 2079 a 2086.

O Islã segue um calendário lunar, então o Hajj é antecipado cerca de 11 dias por ano. Em 2029, o Hajj acontecerá em abril e, durante vários anos depois, ocorrerá no inverno, quando as temperaturas serão mais amenas.



antecipação décimo terceiro itau

juros emprestimo consignado banco central

empréstimo consignado bradesco simulação

banco pan faz empréstimo pelo whatsapp

simulação emprestimo itau consignado

se eu quitar um empréstimo posso fazer outro

menor taxa de juros consignado 2023

emprestimo consignado simulação caixa

Crédito consignado
Emprestimo saque aniversário fgts. Como tirar meu nome da conta de luz cpfl.