Minicasa suspensa é aposta contra enchentes em Bangladesh

junho 26, 2024
5 minutos lidos
Minicasa suspensa é aposta contra enchentes em Bangladesh


Espera-se que eventos climáticos extremos se tornem cada vez mais comuns, segundo especialistas. Esta notícia é ainda mais impactante para moradores de regiões que já sofriam com fenômenos naturais adversos. A tendência é que a situação piore nos próximos anos.

No Bangladesh, por exemplo, 80% do país é classificado como planície de inundação. Ou seja, quase todo o território nacional está suscetível a inundações.

O mais grave disto é que estamos a falar de uma nação asiática pobre com 170 milhões de pessoas – e a maioria delas vive em zonas rurais. Ou seja, não há verba para grandes obras de prevenção ou contenção de danos.

consulte Mais informação

Pensando nisso, um arquiteto local desenvolveu, durante a pandemia, uma pequena casa elevada de baixo custo, cuja função é oferecer habitação aos mais necessitados, ao mesmo tempo que proporciona alguma proteção contra as alterações climáticas.

A criação foi batizada de Khudi Bari, que significa casinha em bengali. Além da arquiteta Marina Tabassum, o projeto conta com a colaboração de engenheiros do AKT II e da organização de ajuda humanitária FACE (Foundation for Architecture and Community Equity).

Sobre o chão

A ideia é que a estrutura resista às frequentes enchentes do país – Montagem: Reprodução/marinatabassumarchitects.com
  • A casa é muito simples, mas segura, segundo os idealizadores.
  • A estrutura é elevada acima do solo e acessada por uma escada.
  • Embora não seja sobre rodas, foi criado para ser muito fácil de montar, desmontar e transportar para um novo local sem quaisquer ferramentas especializadas, ajudando os residentes do Bangladesh a escapar das inundações.
  • A caixa é feita principalmente de bambu.
  • Toda essa madeira leve é ​​conectada por nós pré-fabricados de alumínio reciclado.
  • As paredes e o telhado podem ser adquiridos localmente e feitos de materiais como policarbonato e metal.
  • O interior mede de 5,95 m² a 13,4 m², e é composto por um quarto simples, mas também há espaço abaixo para ampliar a área de estar.
  • Mais de 100 unidades já foram implantadas em Bangladesh.

É um projeto viável para outros lugares?

Financeiramente sim. Estimativas indicam que o custo total de uma mini casa dessas seja de apenas US$ 380, cerca de R$ 2.050.

Geograficamente, porém, o buraco está mais abaixo. Falando do Brasil, por exemplo, muitas das áreas afetadas pelas enchentes não são planas. A região serrana do Rio de Janeiro, por exemplo. Instalar uma casa suspensa desse tipo é inviável.

A fotografia geográfica de Bangladesh é muito semelhante a este cenário – Imagem: Reprodução/marinatabassumarchitects.com

Para Bangladesh funcionou. Tanto que o projeto vem crescendo mês a mês, com a doação de novas moradias para as pessoas mais humildes.

A solução para o Brasil deve ser diferente. Até porque temos mais dinheiro que o pequeno país asiático. Alguns especialistas falam do conceito de cidade esponja. Para saber mais sobre ele, você pode ler este ou este outro texto no Olhar digital.

As informações são de Novo Atlas.





empréstimo empresa privada

consulta bpc por nome

emprestimo consignado caixa simulador

seguro cartão protegido itau valor

itaú portabilidade consignado

simular emprestimo consignado banco do brasil

empréstimo consignado menor taxa

Crédito consignado
Como adiantar saque aniversário. Quanto é o juros do emprestimo consignado.