Toyota vai criar um ‘laboratório vivo’ no Japão; saiba o que vem por aí

junho 27, 2024
6 minutos lidos
Toyota vai criar um ‘laboratório vivo’ no Japão; saiba o que vem por aí


O conceito de cidade inteligente ainda não é conhecido pela maioria das pessoas. A ideia principal é conectar soluções tecnológicas às atividades cotidianas. Tudo para aumentar o bem-estar da população, com foco também no meio ambiente e na sustentabilidade.

Você já viu alguns modelos de cidades inteligentes aqui no Olhar digital. O mais novo deles está prestes a ser lançado na província de Susono, no Japão.

consulte Mais informação

A área, de aproximadamente 70 hectares, fica próxima ao Monte Fuji (como mostra a imagem acima). O projeto foi idealizado pela montadora Toyota e se chamará Cidade tecida.

O início das operações está previsto para o segundo semestre deste ano. Inicialmente, a empresa japonesa deverá acomodar apenas 2 mil habitantes no local – a grande maioria serão funcionários da Toyota (e seus familiares).

Mais do que uma cidade inteligente, a Woven City deverá funcionar como uma espécie de laboratório vivo. Algo como um experimento científico, que, se bem-sucedido, poderá servir de exemplo para outros lugares – e em maior escala.

O objetivo é investigar como os moradores urbanos podem conviver com veículos autônomos, robôs, energia limpa e Inteligência Artificial.

As novas tecnologias são partes fundamentais do nascimento das cidades inteligentes. Imagem: jamesteohart/Shutterstock

Mais detalhes da cidade

  • A proposta da cidade é que todas as pessoas, edifícios e veículos possam se comunicar entre si por meio de dados em tempo real e sensores embarcados.
  • As entregas, por exemplo, deverão ser todas feitas por robôs, que poderão ser monitorados pelo smartphone do cliente.
  • Dentro das casas, espera-se que mais robôs e IA ajudem nas tarefas cotidianas, como reabastecer automaticamente a geladeira e retirar o lixo.
  • Em relação à energia, a própria cidade será abastecida por células de hidrogênio.
  • Quase todas as estruturas também devem contar com painéis fotovoltaicos, para aproveitar a energia solar.
  • Todos os prédios também terão sensores para monitoramento 24 horas do estado de saúde dos moradores.
  • No quesito sustentabilidade, os engenheiros utilizaram madeira tradicional japonesa para reduzir o impacto ambiental das obras.
  • Além disso, a ideia é seguir as características do país: o Japão é conhecido justamente por aliar tradição com tecnologia e modernidade.
Projeção mostra como deve ser uma das ruas da cidade inteligente da Toyota – Imagem: Divulgação/ Toyota

Por que cidade tecida?

“Woven” em inglês significa tecido, mas também entrelaçado. E a Toyota quis fazer um jogo de palavras no batismo da sua cidade inteligente.

Primeiro para fazer referência à história da própria empresa. Para quem não sabe, a Toyota não nasceu como fabricante de automóveis. Ela era, na verdade, fabricante de teares automáticos. Isso foi em 1926. Anos mais tarde, os executivos viram nos veículos uma oportunidade de crescimento empresarial.

A parte interligada diz respeito à mobilidade da nova cidade japonesa. Uma das maiores inovações do projeto são as ruas e o sistema de transporte inteligentes.

toyota
Gigante japonesa vê cidades inteligentes como uma nova oportunidade de negócios – Imagem: Tada Images/Shutterstock

A ideia é ter três tipos diferentes de vias: uma para veículos de alta velocidade, uma para veículos de baixa velocidade e uma terceira exclusiva para pedestres.

A primeira faixa será utilizada apenas por automóveis de passageiros, autônomos ou não. Aqui, os limites de velocidade serão maiores.

Os veículos de transporte público e bicicletas ficarão localizados na segunda faixa. Esta área será mais ampla, para que os dois tipos de transporte não fiquem tão próximos. O limite de velocidade será muito menor aqui.

Na terceira via, apenas pedestres poderão circular, evitando que muitas pessoas estejam presentes em locais com grande movimentação de veículos – evitando assim possíveis acidentes.

Por fim, vale destacar que o projeto prevê que todos os veículos da cidade sejam elétricos, com zero emissão de agentes poluentes.

As informações são de Ciência IFL.





empréstimo empresa privada

consulta bpc por nome

emprestimo consignado caixa simulador

seguro cartão protegido itau valor

itaú portabilidade consignado

simular emprestimo consignado banco do brasil

empréstimo consignado menor taxa

Crédito consignado
Simulador fgts saque aniversario. Refinanciamento de emprestimo consignado. Empréstimo conta luz.